Salamba sarvangasana: a postura da vela

A salamba sarvangasana, conhecida no mundo do yoga como a mãe dos asanas, é uma postura de grande importância e benefícios.

Conhecida também pela sua denominação simplificada, sarvangasana, esta postura é famosa por promover uma excelente circulação para o coração, peito e garganta, impactando positivamente o equilíbrio da tireoide.

Salamba sarvangasana postura da vela blog yoga ou ioga

Por que praticar salamba sarvangasana?

  • Proporciona um bom fluxo sanguíneo para órgãos vitais.
  • Auxilia no equilíbrio hormonal, especialmente da tireoide.
  • Fortalece os músculos da coluna e do abdômen.

Com apoio sobre os ombros e as mãos garantindo sustentação, a execução da postura da vela envolve elevar o corpo de maneira invertida, trazendo um alinhamento perfeito e fortalecimento integral.

Qual a origem do nome salamba sarvangasana?

O nome salamba sarvangasana origina-se do sânscrito, onde “Salamba” significa “com suporte ou apoio” e “Sarvangasana” refere-se a “a postura que todo o corpo é apoiado””.

Combinados, descrevem uma postura onde o corpo inteiro é suportado, enfatizando o uso das mãos como base para o suporte.

Integrante de muitas práticas de yoga, como o Ashtanga Vinyasa Yoga, essa postura é frequentemente combinada com outras como Halasana (posição do arado) e Sirsasana (posição de invertida sobre a cabeça) para uma prática completa.

Como fazer a postura da vela?

A postura da vela é normalmente praticada quando o corpo já encontrou seu calor e tranquilidade.

Aprimore a sua prática com os melhores acessórios para yoga: Escolha aqui

Antes de se aventurar nesse asana, é imprescindível um bom aquecimento.

Práticas como a Saudação ao Sol, a Saudação à Lua ou os 5 Ritos Tibetanos são perfeitas para preparar o corpo para desafios mais intensos.

postura da vela Salamba sarvangasana blog yoga ou ioga
  • Inicie deitado no chão de costas, com os braços relaxados ao lado do corpo.
  • Se você é novato na prática ou possui alguma sensibilidade na região cervical, não hesite em utilizar uma manta dobrada como suporte.
  • Coloque-a sob a sua coluna, mantendo pescoço e cabeça fora, para proteção adicional.
  • Com os joelhos flexionados em direção ao peito, apoie-se nos braços para elevar a bacia e, em seguida, as costas, enrolando-se suavemente.
  • Ao posicionar a bacia em ângulo reto com o chão, dê suporte às costas com as mãos, cuidando para manter os cotovelos alinhados e próximos ao corpo.
  • Uma vez estabilizado, estenda as pernas verticalmente, buscando o alinhamento.
  • Ative as pernas esticando a partir dos calcanhares e mantenha pés flexionados.
  • Lembre-se de manter a garganta relaxada e o queixo levemente afastado do peito, evitando tensões.
  • Se você está começando, mantenha a postura por um breve período.
  • Gradualmente, conforme sua confiança e conforto aumentarem, permaneça mais tempo.
  • Para sair da posição, flexione os joelhos em direção à testa, coloque as mãos no chão e, mantendo as coxas junto ao tronco, desça as costas suavemente ao solo.

Benefícios

Salamba sarvangasana tem o poder de:

  1. Estimular as glândulas tireoide e paratireoide, melhorando significativamente o metabolismo corporal.
  2. Harmonizar o quinto chakra, o Visuddha, centro de energia da comunicação e da expressão.
  3. Minimizar dores de cabeça crônicas, promovendo uma sensação de alívio duradoura.
  4. Favorecer o retorno saguíneo ao coração, beneficiando assim o sistema circulatório como um todo.
  5. Oferecer um efeito terapêutico para pessoas que enfrentam asma, bronquite e problemas de garganta.
  6. Combater a constipação, regulando o intestino.
  7. Aliviar os sintomas de menopausa, trazendo conforto para essa fase da vida da mulher.
  8. Auxiliar no tratamento de distúrbios urinários e na melhora da fertilidade.
  9. Descongestionar os órgãos abdominais, otimizando suas funções.
  10. Ser um bálsamo para a mente, reduzindo os níveis de estresse e promovendo a tranquilidade.
  11. Combater a insônia, contribuindo para uma noite de sono reparadora.
  12. Diminuir os sintomas leves de depressão, restaurando a alegria de viver.

Praticar regularmente a postura da vela é um convite ao bem-estar e à saúde plena. Experimente e sinta as transformações positivas no seu corpo e mente!

Eka pada salamba sarvangasana: variação avançada

Entre as variações mais populares do asana, destaca-se o Eka Pada Sarvangasana.

Eka pada salamba sarvangasana
Eka pada salamba sarvangasana

Inicie com o Salamba Sarvangasana.

Com seu tronco e pernas formando uma linha perpendicular ao solo, inicie o movimento baixando sua perna direita em direção à cabeça, enquanto mantém a perna esquerda imóvel e alinhada.

Você pode optar por levar o pé direito até tocar o solo atrás da cabeça ou mantê-lo paralelo ao chão.

É importante prestar atenção ao alinhamento da pelve.

Evite o desequilíbrio, onde a pelve do lado direito tende a descer em direção ao chão e a do lado esquerdo a subir.

Mantenha-se na posição por alguns segundos.

Em seguida, eleve a perna direita de volta à posição perpendicular e repita o processo com a perna oposta.

Adaptação com acessórios

Se por acaso você encontrar alguma dificuldade na execução plena da salamba sarvangasana, saiba que existem adaptações e variações possíveis para torná-la mais acessível.

No contexto do Iyengar Yoga, por exemplo, é comum realizar essa postura com o suporte de toalhas ou de mantas de yoga sob os ombros.

Essa pequena modificação é ideal para quem está retornando à prática de yoga ou possui alguma limitação na região cervical.

Adotar essa variação contribui para a diminuição da pressão exercida sobre o pescoço, permitindo que a postura seja mantida por um período mais extenso.

Quanto mais elevado for o apoio, mais aliviada será a carga sobre a cervical.

Outra alternativa para aqueles que enfrentam desconfortos cervicais é valer-se da cadeira de yoga ou optar pela postura Viparita Karani, que oferece benefícios semelhantes aos da postura da vela.

Contudo, aqui o tronco e o corpo formam um ângulo aproximado de 60° em relação ao solo, o que alivia significativamente a tensão no pescoço e reduz o estiramento na região posterior do colo do útero.

Caso tenha dificuldade em manter a largura dos cotovelos proporcional à dos ombros, um cinto de yoga pode ser um grande aliado para ajudar na manutenção do alinhamento.

Inicie na postura Halasana, posicione o cinto em torno de seus braços e, em seguida, eleve os pés para formar a vela.

Acessórios para yoga: tapetes, blocos, bolster, almofadas e mais - Escolha aqui

Essa técnica facilita a compreensão do alinhamento adequado da parte superior do tronco, dos braços e ombros.

Para os iniciantes, uma dica valiosa é praticar a postura frente a uma parede, que serve como um guia de apoio e segurança nas primeiras tentativas.

postura da vela Salamba sarvangasana yoga ou ioga
Halasana: postura do arado

Atenção às contraindicações

A postura da vela é notoriamente benéfica para a saúde, contudo, existem situações específicas nas quais sua prática deve ser evitada.

  • Se você se identifica com algum dos casos abaixo, recomenda-se cautela:
  • Se possui glaucoma, hipertensão, diarreia ou está experienciando dores de cabeça;
  • Caso tenha sofrido recentemente com problemas cardíacos significativos;
  • Se estiver com lesões ou disfunções no pescoço ou ombros;
  • Em períodos menstruais ou se estiver grávida – aguarde alguns meses após o parto, especialmente para posturas invertidas.

Para iniciantes, é aconselhável o uso de uma parede e suportes durante a prática.

Além disso, evitar a autoaprendizagem.

A prática sob a orientação de um professor experiente é fundamental para evitar erros e corrigir posturas.

É de suma importância não movimentar o pescoço enquanto estiver na postura.

Se sentir desconforto, opte por descer para a postura Halasana ou com os pés para o chão. Movimente-se com cautela, apenas quando não houver pressão na região cervical.

Em caso de condições médicas sérias, é primordial consultar um médico ou professor especializado antes de se aventurar nesta ou em qualquer outra postura de yoga.

Salamba sarvangasana blog yoga ou ioga postura da vela

Conclusão

A postura salamba sarvangasana, ou postura da vela, é uma preciosidade dentro do universo do yoga que traz incontáveis benefícios tanto para o corpo quanto para a mente.

Sua prática regular pode ser uma verdadeira revolução na saúde, proporcionando equilíbrio hormonal, melhoria na comunicação e na expressividade, além de ser um potente aliado contra diversas afecções físicas e emocionais.

Seja na versão clássica ou em suas adaptações, ela é acessível para praticantes de diferentes níveis e está à espera para iluminar sua jornada com bem-estar e serenidade.

Desejo que você possa integrar essa maravilhosa postura em suas práticas diárias e colher os frutos que a mãe dos asanas tem a oferecer.

Namastê!

Leita também: Respiração diafragmática: como praticar e os benefícios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima