6 Mitos Sobre a Ioga

6 Mitos Sobre a Ioga

Sabemos que existem vários “tipos de ioga” no mundo atualmente, dos quais, poucos tem a ver com o que a ioga realmente é. Neste artigo veremos alguns dos mitos espalhados em grande escala por aí.

Mito 1: A Yoga Originou-se do Hinduísmo

A ioga é uma ferramenta disponível a qualquer pessoa que esteja disposta a usá-la em sua vida. Se a ciência da ioga tem sido chamada de hindu por determinadas pessoas, é porque ela cresceu nesta cultura, por isso foi naturalmente associada ao estilo de vida hindu.

A palavra “hindu” vem do termo “Sindhu”, que é um rio.

O hinduísmo não é um “ismo”, não se trata de uma religião, assim como o yoga. Trata-se de uma identidade geográfica e cultural.

Mito 2: A Ioga é a Respeito de Posturas Impossíveis.

Quando falamos em “yoga”, grande parte das pessoas no planeta só imagina os asanas.

De todas as diferentes coisas que a ciência da ioga explora – quase todos os aspectos da vida – o mundo de atualmente optou por representar a ioga somente no aspecto físico.

No sistema iogues, é dada muito pouca importância aos asanas. Para pouco mais de duzentos Yoga Sutras, somente um sutra é dedicado aos asanas.

Porém, hoje em dia este sutra prevaleceu sobre todos os outros.

Basta observar como a hatha yoga é praticada no mundo. A prática como você a vê, sua mecânica, é simplesmente do corpo.

O sistema yogic é uma manipulação sutil de seu sistema para permitir que ele se eleve a um nível diferente. Yoga significa aquilo que lhe permite alcançar sua natureza superior. Cada asana, cada mudra, cada forma de respirar – tudo – está orientado para isso.

Mito 3: Yoga é Um Esporte Como Qualquer Outro

Para aqueles que estão procurando fitness, se quiser, é melhor ir jogar tênis ou fazer caminhadas nas montanhas.

A ioga não é um exercício, ela possui outras dimensões. Outra dimensão da aptidão física… sim, você ganha saúde com isso, porém, não com os abdominais frenéticos.

Aquele que pratica yoga para queimar calorias ou tonificar seus músculos, claramente está no jogo errado.

A ioga deve ser praticada de forma muito sutil e suave, não de forma muscular, pois não é um exercício.

O corpo físico é dotado de toda uma estrutura de memória. Se você deseja ler este corpo físico, tudo está escrito neste corpo.

Quando fazemos um asanas, abrimos essa memória e tentamos reestruturar esta vida em uma possibilidade definitiva.

Se hatha yoga é lecionado na atmosfera adequada, é um processo fantástico de formar seu sistema em um recipiente fantástico, um dispositivo extraordinário para receber o Divino.

Mito 4: Faz Pouco Tempo Que o Yoga Se Tornou Conhecido Em Todo Planeta

Acho que nunca houve um organismo focado na sua divulgação, porém, ele continua vivo e a disposição de todos.

  • Milhões de indivíduos a praticam, mas de onde ela vem?
  • Quem é o verdadeiro criador da yoga?

É uma longa história e a verdade que vem de tempos remotos e torna difícil precisar com exatidão a fonte real.

Na cultura iogica, Shiva não é conhecido como um Deus, mas como o Adiyogi ou o primeiro yogi – o pai da ioga, sendo o primeiro a plantar esta semente na mente humana.

A primeira parte dos ensinamentos de Shiva foi dada a Parvati, sua esposa. O segundo bloco de ensinamentos de yoga foi direcionado aos primeiros 7 discípulos.

Isto ocorreu nas margens do Kanti Sarovar em Kedarnath, dando origem ao primeiro programa de ioga no mundo.

Passados vários anos, quando a divulgação da ciência da ioga foi concluída, ela deu origem sete seres totalmente iluminados – os sábios que são conhecemos como Sapta Rishis, e que são adorados e admirados na cultura indiana.

Shiva agregou diferentes aspectos da yoga em cada uma dessas sete pessoas, e esses aspectos se tornaram as sete formas básicas de yoga. Felizmente, a ioga tem mantido estas sete formas diferentes.

Mito 5: As Famosas Músicas de Yoga

Evite sempre um espelho ou música quando se pratica asanas. A Hatha yoga exige algum envolvimento do corpo, da mente, da energia e do núcleo mais profundo.

Se você deseja vivenciar o envolvimento do que é a fonte de criação em você, seu corpo, sua mente e sua energia precisam estar absolutamente envolvidos. Tem que ser abordado com determinado respeito e concentração.

Um dos grandes pontos negativos nos estúdios de ioga é que o professor faz asanas e fala.

Jamais falamos durante as posturas. Respiração, concentração mental e estabilidade de energia são mais importantes quando você faz os asanas.

Ao conversar, você desmorona tudo isso.

Mito 6: Preciso Mesmo de Um Estúdio de Yoga

Hoje em dia, se formos a uma grande livraria, vemos uma quantidade razoável de livros de yoga.

Parece muito simples, mas quando você o faz, você percebe que é um aspecto muito sutil. Precisa que ser realizado com perfeita compreensão e orientação adequada.

Do contrário, podemos enfrentar sérios problemas. Um livro pode inspirá-lo, mas não tem como objetivo ensinar uma prática.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.