Diferença Entre Yoga e Meditação

Diferença Entre Yoga e Meditação

Atualmente, cada vez mais pessoas querem fazer Yoga. Muitas pessoas imaginam que não há diferença entre yoga e meditação.

O objetivo deste artigo é explicar como e qual é a diferença entre ambos.

Meditação e Yoga estão relacionadas no sentido. A meditação é uma seção ou parte do Yoga.

O que é o YOGA?

Importante! Yoga não é uma religião.

Yoga é um estilo de vida que procura remover os obstáculos e o sofrimento da vida para conquistar o objetivo espiritual mais elevado ‘Samadhi’, auto-realização ou união com uma consciência superior.

Yoga abrande diferentes vias e práticas que ajudam a alcançar os resultados almejados.

É bastante lamentável que a indústria de fitness comercial fica tentando utilizar o Yoga como um expediente para ganhos materialistas e para fins de faturamento.

Yoga não é apenas alongamento e adjunto a exercícios físicos intensos.

Yoga vai muito, muito, além disso – Yoga é para a vida cotidiana.

É uma abordagem holística para uma vida saudável. Yoga promove a conexão conectar da mente, corpo e espírito.

Também muda os hábitos de vida cotidiana, auxilia na construção de melhores relações e afina todos os sistemas do corpo, como circulatório, respiratório, hormonal, digestivo, excretor, etc.

O yoga promove paz de espírito, estabilidade emocional e mental.

Diferença Entre Yoga e Meditação

A prática da ioga melhora as rotinas diárias de condicionamento físico, melhores posturas, fortifica a imunidade e os níveis de energia são extraordinariamente melhorados.

Está rapidamente virando um método de escolha para perder peso com saúde e diminuição diária do estresse.

Gente de todo o mundo praticam distintos tipos de Yoga:

  •  Clássico ou Ashtanga Yoga
  • Jnana Yoga
  • Hatha Yoga
  • Raja Yoga
  • Bhakti Yoga
  • Mantra Yoga
  • E muitos outros estilos.

O Yoga Tradicional possui oito categorias, sendo que os quatro primeiros são Yama, Niyama, Asanas, Pranayama (também conhecido como Bhairanga Yoga / Yoga externo); Pratyahara (5º membro) é conhecida como a ponte entre o Yoga Externo e o Antaranga Yoga / Yoga interior.

O Antaranga Yoga equivale ao Dharana, Dhyana e Samadhi.

Os cinco Yamas são orientações para auto-conduta; cinco Niyamas por conduta social.

Yoga Asanas – posturas para força física, flexibilidade e melhor resistência;

Pranayama – controle da respiração para estabilidade emocional e mental;

Pratyahara – restrição dos sentidos;

Dharana- quer dizer concentração;

Dhyana quer dizer meditação e foco final do Yoga Samadhi – um estado de profunda concentração que é alcançado por meio da conquista da meditação.

Samadhi é dito como o estágio final, no qual a unificação com a realidade superior ou com o divino é conquistada.

Nos escritos antigo do Sutra Patanjali Yoga, o Yoga Clássico ou Ashtanga Yoga é recomendado para iniciantes, aprendizes moderados ou chefes de família comuns.

Entretanto antes de iniciar a prática de Yoga, é fortemente aconselhável que você aprenda a fazer Yoga , com professores qualificados e experientes.

Os indivíduos que almejam melhorar a auto-conduta e deixar mente, corpo e espírito saudáveis ​​precisam escolher Yoga Clássico. Os benefícios holísticos de fazer Yoga são inúmeros.

O Que Significa Meditação?

O Que Significa Meditação

Nos dias de hoje, levamos uma vida acelerada, com diversos afazeres, responsabilidades, estresse e medos inexplicáveis.

Existe uma discrepância significativa entre o processo de pensamento e as ações que queremos a executar ao longo do dia.

Porém, quando seus pensamentos e ações são uma combinação harmoniosa, você não percebe o conflito ou o estresse e está realmente concentrado naquele momento presente.

Você está comprometido em viver no agora. Além disso, você tende a sentir mais alegria e menos fadiga.

A prática da meditação consiste em não exercícios ou movimentos corporais.

Uma pessoa senta-se em um local escolhido e tenta focar as energias dentro do corpo em um objeto, som, respiração etc. específicos.

Essencialmente, a meditação é uma parte do yoga, que é efetuada normalmente após a prática do asana.

Após praticar o Yoga, o corpo está repleto de vibrações e, para experimentar uma condição estável no nível da mente e do corpo, as meditações são favoritas após as sessões de asana do Yoga.

A meditação aperfeiçoa o processo de auto-realização e proporciona o bem-estar, entretanto reduz o pensamento excessivo e alinha o controle da respiração.

Ao contrário da meditação, o Yoga tem algumas restrições óbvias, como algumas asanas serem realizadas com o estômago vazio; alguns asanas não podem ser realizados se a pessoa estiver com problemas de saúde, etc.

A meditação do yoga não é a respeito do pensamento, mas, em vez disso, é um esplêndido estado de unidade com o objeto da contemplação.

A meditação é uma prática constante de foco profundo em um objeto específico, som, visualização, respiração ou profunda atenção à crescente conscientização do momento presente, que promove a diminuição do estresse, a ansiedade, minimizar o pensamento e proporcionar o relaxamento.

Dessa forma, a capacidade de localizar esse tipo de foco é construída realizando meditação com certa frequência.

Isso exige disciplina, e a capacidade de focar a atenção da mente em um objeto em particular é a base do Dharna ou meditação por um breve período em um objeto.

Isso é absolutamente requerido se o aluno chegar ao estágio difícil do Samadhi ou da libertação.

Diferença Entre Dharna e Dhyana

Imagine uma torneira fechada da qual as gotas de água estão saindo.

Dharna pode ser equiparado à concentração de breve período em um objeto específico, como o fluxo das gotas de água.

Do contrário, se você derramar mel da jarra, o fluxo é contínuo, isso pode ser equiparado ao Dhyana, isto é, concentração por um longo tempo com foco total.

O último membro do Samadhi do Ashtanga Yoga, somente muito poucos, têm a oportunidade de vivenciar a libertação.

Samadhi, de acordo com manuscritos antigos, é o momento em que um iogue é capaz sustentar Dhyana por um longo período de tempo.

Diferença Entre Dharna e Dhyana

O nível de consciência é purificado e alcança a fase em que a alma se torna uma jóia transparente que se funde com a realidade superior em todos os planos.

É um estado difícil de descrever em palavras. É um fenômeno bastante incomum e muito poucos selecionam os que progridem para o estado de Samadhi.

Logo, a meditação é a prática avançada do Yoga, e o texto chamado Yoga Sutra, do sábio Patanjali, reservou uma boa dose de sutras ao assunto da meditação.

O yoga e a meditação precisam ser implementados simultaneamente para alcançar benefícios holísticos à saúde, entretanto certifique-se de que ambos sejam realizados sob a orientação de um professor de yoga experiente.

Agora que a diferença entre Yoga e Meditação foi esclarecida.continue navegando aqui no site e você verá muitos artigos interessantes sobre a arte Yoga.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.