Tantra

Quem Foi Pátañjali? Descubra o Yoga na sua essência!

Se você faz aulas de Yoga regularmente deve ter ouvido seus professores citarem os Yoga Sutras, o manual de estudo de Yoga clássico ou Raja Yoga.

Escrita há mais de 1.700 anos, esta coleção é composta por 195 aforismos (sutras). Mas o que você sabe sobre Pátañjali, a pessoa que supostamente escreveu essas palavras de sabedoria?

Este artigo foi especialmente criado para te explicar quem foi Pátañjali e por que seus ensinamentos são usados pelos praticantes de Yoga.

Vamos conhecê-lo?

Patañjali, o tântrico
Uma estátua moderna representando Patañjali, em Yog Peeth, Haridwar

Quem foi Pátañjali?

A verdade é que ninguém sabe muito – nem mesmo quando o sábio teria vivido.

Alguns especialistas acreditam que ele viveu no século 2 a.C e que também escreveu numerosas obras sobre Ayurveda (medicina tradicional indiana), bem como sobre gramática sânscrita, o que poderia torná-lo um personagem da Renascença.

Mas basicamente, dizem que Pátañjali seria um mito, ou algo alguém místico. Seu nome significa “aquele que caiu do céu durante a oferenda”.

Reza a lenda que seu nascimento seria fruto da encarnação de Ádishesha, uma serpente de mil cabeças que teria vindo ao mundo como Pátañjali para compartilhar sua sabedoria com a toda a humanidade.

Histórias sobre quem foi Pátañjali

De acordo com uma das lendas, Pátañjali, teria sido enviado a Terra para ensinar Yoga.

Ele caiu do paraíso na forma de uma pequena serpente nas mãos de Gonika, um poderoso yogini ainda virgem que orava aos deuses para que ele pudesse ter um filho.

A pequena cobra se transformou em humano e Gonika o adotou como seu filho amado. Sua figura é representada como metade homem, metade serpente.

Além disso, nas imagens de Pátañjali vemos quatro braços e quatro mãos: duas mãos em añjali mudrá (palmas das mãos unidas) e as outras segurando a concha que assoprada, produz o som que deu origem ao universo, o “Om”.

É uma figura muito respeitada no mundo do Yoga e se você deseja fazer parte dele, precisa saber quem foi Pátañjali.

Agora que você sabe pelo menos um pouco sobre quem foi Pátañjali, eu vou te dar 5 motivos para você aprender mais sobre a importância do Yoga Sutra de Pátañjali:

1) Para entender o real propósito da prática da Yoga

Pátañjali definia os Yoga Asanas mais do que uma ótima forma de melhorar a sua força e flexibilidade, além de aliviar o stress.

Assim, sua análise e vivencia através da Yoga, sistematicamente se referia ao “ acalmar as flutuações da mente”.

Ele entendia que o pensamento é o motivo de várias prisões e o Sutra oferecia uma estratégia para a descoberta do estado pleno nos pensamentos.

Aliás, este é o verdadeiro objetivo do Yoga: libertar os pensamentos se concentrando no estado do “agora”.

2) Para entender sobre as barreiras da felicidade

Através dos ensinamentos de Pátañjali, é possível entender como os pensamentos se colocam como barreira entre a felicidade.

Ele entendia que, os pensamentos são como pedras no caminho do nosso próprio estado de alegria. É por isso que a Yoga é considerada uma prática de libertação e a quebra da barreira que nos impede de sermos felizes.

3) Para mostrar a linhagem do Yoga

Pátañjali entendia, e deixou bem claro isso em suas escritas, que todos os praticantes de Yoga fazem parte de uma mesma linhagem.

Entendendo a tradição da Yoga através dos textos com o Yoga Sutra, é possível entender de onde viemos e por que estamos em certas condições.

Sendo dotado de uma extrema sabedoria, os praticantes de Yoga acabam por fazer parte de uma única família.

4) Para entender que Yoga é para toda a vida

Para muitos a Yoga é apenas uma prática de atividade física quando na verdade, ela é um estilo, uma mudança a ser adotada.

O Yoga em si é sim uma prática física de asanas, mas o Yoga Sutra vai, além disso, e oferece uma visão mais ampla.

É claro que ao envelhecer algumas asanas ficaram limitadas e o que irá contar a partir daí são os ensinamentos que a prática da respiração e meditação plena deixou na sua vida.

Definitivamente, a calma, sabedoria, plenitude, vigor (apesar da idade) e muitas outras qualidades ficam mais evidentes.

5) Para começar o Yoga

Começar a praticar a Yoga é uma decisão que mudará a vida do praticante como um todo. Pátañjali dizia que, “aprender o Sutra, não significa apenas colocar os asanas em uma em prática diária, mas é entender o real significado da Yoga”.

Para Pátañjali, a Yoga é mais do que uma prática de asanas, é viver um estado novo de ser.

Em suas obras, Pátañjali dá várias diretrizes para viver uma vida de Yoga, incluindo padrões éticos e de autoconduta.
É um verdadeiro manual repleto de valores e de integridade.

Os Oito Membros do Ashtanga

Pátañjali: Importante para os praticantes da Yoga

Agora que você já sabe quem foi Pátañjali, fica mais compreensível saber que ele é considerado por muitos como “o pai do Yoga”.

Na verdade, esse título é atribuído a ele por ter copilado o Yoga Sutra, uma das mais completas obras sobre Yoga.

Mas isso não significa que a Yoga nasceu a partir daí, afinal, antes de Pátañjali, Shiva certamente teve sua participação na criação e disseminação da prática.

Porém, foi Pátañjali quem resumiu a Yoga em sua composição literária sânscrita que teve como finalidade facilitar um assunto para muitos, complexos.

  • O que você achou de Pátañjali e seus ensinamentos?
  • Compartilhe este artigo com outros praticantes da arte milenar!
  • Agradeço ao Universo por você ter lido este artigo para saber um pouco mais sobre quem foi Pátañjali.

Até o próximo artigo!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Política de Privacidade e Termos de Uso Solicitação de acesso aos dados recolhidosPolítica de CookiesContatoSitemap