Matsyasana: os benefícios e como fazer a postura do peixe

Matsyasana, conhecida como a postura do peixe, é uma das práticas mais revigorantes e acessíveis do Yoga, ideal para aqueles que estão começando sua jornada no universo dessa arte milenar.

Em sânscrito, asana significa “postura” e matsya significa “peixe”, refletindo a forma final que o corpo assume durante a execução deste asana.

matsyasana a postura do peixe blog yoga ou ioga

Segundo a mitologia hindu, Matsya é uma das encarnações do deus Vishnu, que adotou a forma de um peixe gigante para salvar a humanidade, sendo o responsável por assegurar a sustenção do Universo.

Inspirando-se nessa narrativa, a Matsyasana oferece não apenas uma conexão com o divino, mas também diversos benefícios físicos e mentais.

Matsyasana é ótima para:

  • Relaxar o corpo e a mente.
  • Fortalece a região superior das costas e o pescoço.
  • Ajuda a aliviar o estresse e a tensão.

Neste artigo, exploraremos o passo a passo para realizar a Matsyasana corretamente e como incorporá-la à sua rotina de yoga para melhorar sua saúde e bem-estar.

Vamos mergulhar nessa postura tranquilizadora e descobrir todos os seus benefícios.

A origem de Matsyasana

O peixe não apenas povoa as águas, mas também navega pelas ondas do mito e da lenda.

Aprimore a sua prática com os melhores acessórios para yoga: Escolha aqui

Na rica tapeçaria da mitologia indiana, ele assume um papel crucial como o avatar do divino Vishnu.

Na sua primeira encarnação, Vishnu Avatara, ele veio até nós sob a forma de um peixe.

Conforme a antiga lenda, às vésperas do término de um kalpa (cronologia indiana) Manu, o progenitor da humanidade, encontrava-se à beira de um rio quando um pequeno peixe veio a ele, implorando por salvação.

Com compaixão, Manu acolheu o peixe, protegendo-o inicialmente em um simples pote.

À medida que o peixe crescia, sua morada foi trocada sucessivamente por um tanque, um rio e finalmente o vasto oceano.

No entanto, esse peixe não era um mero habitante das águas, era o próprio Vishnu, que revelou a Manu a iminência de um dilúvio devastador.

Para enfrentar o cataclismo, Manu construiu um grande barco e nele abrigou as preciosas “sementes da vida” — uma variedade de sementes, pássaros, animais e plantas — para que, após a tempestade, a vida pudesse ser restaurada sobre a terra.

Quando as águas diluvianas subiram, o majestoso peixe dourado, uma manifestação de Vishnu, atrelou o barco ao seu dorso e o guiou seguro até o pico de uma montanha.

Assim, Manu e os refúgios da vida foram salvos das águas impiedosas. Com o recuo das ondas, o deus Brahma, o criador, deu forma ao mundo presente.

Esta lenda ressoa com ecos do mito bíblico de Noé, evidenciando um tema universal de renovação e esperança que transcende culturas e eras.

Benefícios

matsyasana a postura do peixe blog yoga ou ioga

Matsyasana é excelente para elevar os níveis de energia, reduzindo os níveis da ansiedade.

Faz parte da série primária de Ashtanga Yoga e é frequentemente realizada em Hatha Yoga como um contraponto para sarvangasana.

Em Matsyasana, você deve pensar em seu corpo como se fosse o de um peixe.

Dizem que praticar esta postura pode nos conectar ao equilíbrio da terra e da água, através do “aterramento” dos membros na terra e o levantamento do peito como a crista de uma onda.

  • Estimula os rins, estômago (prisão de ventre), bexiga, próstata.
  • Melhora a qualidade da voz, pois ativa o chakra da garganta.
  • Acalma o coração, desacelerando os impulsos cardíacos.
  • Melhora o fluxo sanguíneo, especialmente na cabeça.
  • Abrir a caixa torácica, melhorando sua respiração.
  • Age completamente na glândula tireoide.
  • Alivia a rigidez do pescoço e das costas
  • Aumenta a capacidade dos pulmões.
  • Ótima para a coluna.

Contraindicação

É recomendado evitar esta asana nas seguintes situações:

Lembre-se também de consultar o seu médico antes de iniciar uma roina de atividade física.

  • Período menstrual.
  • Pressão arterial muito alta ou muito baixa
  • Problemas de enxaqueca
  • Fragilidade lombar ou cervical
  • Gravidez
  • Período de digestão

Respeitando todas essas contraindicações, é hora de praticar a postura do peixe e desfrutar dos benefícios da Marsyasana. Vamos lá?

Como fazer a postura do peixe

como fazer pose do peixe Matsyasana
  • Deite-se serenamente de costas.
  • Estenda as pernas com suavidade ou, se lhe for acessível sem grande esforço, entrelace-as na posição de Padmāsana, a icônica postura do Lótus.
  • Ao inspirar, arqueie suavemente o tórax para cima.
  • Repouse com delicadeza a parte posterior de sua cabeça contra o chão, esculpindo um elegante arco com o tronco.
  • É crucial, para a integridade de sua estrutura cervical, evitar apoiar o topo da cabeça no chão, prevenindo assim qualquer compressão indesejada nas vértebras cervicais durante esta intensa extensão.
  • Para mitigar quaisquer tensões na área cervical, é de suma importância distribuir o peso do corpo sobre os cotovelos e/ou antebraços, em vez de concentrá-lo na cabeça.
  • O cóccix deve apontar sutilmente para baixo.
  • Deixe a ponta da língua repousar confortavelmente no palato, executando o Jihvabandha, para completar a postura com harmonia.

Saindo da postura

Para sair da postura Matsyasana, apoie-se nos cotovelos e solte suavemente a cabeça para apoia-la no tapete.

Alongue as pernas e volte os braços para os lados do corpo, com as palmas das mãos para cima.

Respire algumas vezes, com uma expiração duas vezes mais longa que a inspiração, sem reter o ar nos pulmões: agora é uma questão de relaxar e livrar-se de qualquer tensão ou possível dor.

Dicas importantes

A respiração torácica é inseparável da postura de Matsyasana .

Acessórios para yoga: tapetes, blocos, bolster, almofadas e mais - Escolha aqui

Diz-se, nos círculos do Yoga, que esta posição “deve nos dar acesso às energias sutis da respiração“.

Ao estabelecer a postura do peixe, você deve sentir um leve relaxamento.

A posição típica torna mais fácil para você tomar consciência das áreas do seu corpo onde se encontram os chacras.

Concentre-se no tórax, no chacra da garganta (Vishuddha, relacionado ao som e à respiração) ou no Svadisthana (segundo chacra) localizado na região dos órgãos sexuais.

Você também pode aproveitar a postura para abrir o chacra do coração (Anahata).

Conclusão

Matsyasana se destaca como uma prática enriquecedora que vai além do reforço da flexibilidade e do alívio de tensões musculares.

Ao adotar a postura do peixe, não apenas prestamos homenagem à sabedoria antiga e à mitologia hindu, mas também nos beneficiamos de um aumento na vitalidade e uma paz interior profunda.

A simplicidade e acessibilidade desta postura a tornam ideal tanto para iniciantes quanto para praticantes avançados de yoga, permitindo que todos possam desfrutar de seus múltiplos benefícios.

Como parte integrante de rotinas de Yoga, seja Ashtanga ou Hatha, Matsyasana serve como um instrumento poderoso para a harmonização do corpo e da mente.

Concluímos que, incorporando a Matsyasana em sua prática regular, você estará no caminho para uma vida mais equilibrada e serena, preenchida com a energia e a calma que todos buscamos.

Portanto, encorajamos você a abrir seu coração e mergulhar nesta postura transformadora, permitindo que a sabedoria de Vishnu guie você pelas correntezas da vida com graça e leveza.

Leia também: Salamba sarvangasana: postura da vela

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima