Respiração diafragmática: como praticar e os benefícios

Se você chegou aqui é porque deseja saber mais sobre a respiração diafragmática, certo? Este método milenar de respiração é uma porta de entrada para uma qualidade de vida melhor.

respiração diafragmática como fazer

Ao praticar a respiração diafragmática, você traz uma maior quantidade de oxigênio para a parte inferior dos pulmões, exatamente onde temos a maior capacidade de absorver e assimilar o oxigênio.

Neste artigo, vamos entender como praticar a respiração diafragmática e quais os seus profundos efeitos no organismo. Acompanhe!

O que é respiração diafragmática

A respiração diafragmática é uma técnica poderosa para mitigar os sintomas psicofisiológicos oriundos de pensamentos disfuncionais.

Durante o ciclo respiratório, ao inspirarmos, o diafragma move-se para baixo, expandindo o abdômen, o que aumenta o espaço interno e facilita a entrada de ar.

Na expiração, ocorre o inverso: ele ascende, comprimindo os pulmões e expulsando o ar.

Com o estresse e o ritmo acelerado da vida contemporânea, esse mecanismo pode gradativamente perder sua eficácia.

Isso faz com que muitas pessoas respirem de maneira superficial, utilizando apenas a parte superior dos pulmões, o que resulta em respirações mais curtas e aceleradas.

Aprimore a sua prática com os melhores acessórios para yoga: Escolha aqui

Esse padrão respiratório pode comprometer a oxigenação adequada do corpo e intensificar as respostas fisiológicas ligadas à ansiedade.

Praticar a respiração diafragmática pode restaurar o ritmo natural da respiração, promovendo relaxamento, melhorando a oxigenação do sangue e contribuindo para uma maior sensação de bem-estar.

Como fazer a respiração diafragmática

A prática diária desta técnica aprimora sua habilidade de conduzi-la com maestria em momentos de ansiedade ou ataques de pânico.

A repetição é a chave para o domínio desta prática tranquilizante.

como fazer respiração diafragmática
  • Posicione-se confortavelmente, mantendo a coluna alinhada, seja sentado ou deitado.
  • Coloque sua mão suavemente sobre o abdômen, próximo ao umbigo, e feche os olhos.
  • Dirija sua atenção à respiração e observe as sutis movimentações do seu corpo.
  • Note a dança do abdômen: descendo ao inspirar e ascendendo ao expirar.
  • Agora, desafie-se a fazer o oposto: permita que o abdômen se eleve ao inspirar e se retraia ao expirar.
  • Respire profundamente pelo nariz, em uma contagem mental lenta até quatro, sentindo o ar expandir seus pulmões e seu abdômen se elevar.
  • Pausadamente, retenha o ar por um breve momento, contando até dois.
  • Libere o ar pela boca lentamente, contando até seis, e sinta a sensação de relaxamento à medida que seu abdômen desce.
  • Repita esse ciclo dez vezes, e, com cada respiração, permita-se mergulhar mais profundamente em um estado de paz.

Benefícios

  • Diminuição dos níveis de cortisol: alivia o estresse do dia a dia de maneira eficaz.
  • Eleva o humor e disposição: sinta-se revigorado e pronto para encarar a rotina com um sorriso no rosto.
  • Qualidade de sono aprimorada: desfrute de noites de sono reparadoras, essenciais para o bem-estar geral.
  • Função cardíaca otimizada: cuide do seu coração com medidas que promovem a saúde cardiovascular.
  • Funções respiratórias melhoradas: respire melhor e mais profundamente, beneficiando-se de uma oxigenação mais eficiente.
  • Redução na fadiga: recupere sua energia, diminuindo a sensação de cansaço que o cotidiano pode trazer.
  • Fortalecimento do sistema imunológico.
o que é respiração diafragmática blog yoga ou ioga

1. Corrigir a acidificação do sangue

Sendo um processo consciente, a respiração diafragmática nos permite pausar a frequência respiratória, evitando hiperventilação subclínica típica de estados de ansiedade ou estresse.

Dessa forma, você evitará que o sangue se acidifique devido ao excesso de oxigênio em relação ao CO2, o que leva a tonturas, nervosismo e várias síndromes neurológicas.

A respiração abdominal restaura os níveis normais de CO2 em nosso sangue e nos ajuda a eliminar a ansiedade.

2. Estende a coluna

A respiração diafragmática nos permite estender as vértebras pois quando a expulsão de ar ocorre, o diafragma sobe empurrando os pulmões para trás.

Podemos aproveitar a oportunidade para ajudar e intensificar esse movimento com os ombros, para esticar as vértebras, ajudando-as a se separar, para evitar saliências.

3. Promove a elasticidade pulmonar

A capacidade pulmonar máxima que alcançamos em cada respiração é de cerca de seis litros de ar e, a partir dos quarenta anos de idade, começa a diminuir.

De tal forma que, quando atingimos a idade de sessenta anos, nossa capacidade pulmonar pode ser 30% menor do que tínhamos aos trinta anos.

Uma das causas é que não “treinamos” os pulmões para manter sua elasticidade e atrofia devido a alterações nos tecidos, músculos, ossos e sistema nervoso.

A respiração diafragmática é um bom exercício para mantê-los elásticos e tonificados.

o que é respiração diafragmática blog yoga ou ioga

Conclusão

A prática de respirar conscientemente é uma ferramenta poderosa para combater os efeitos do estresse e da ansiedade, sobretudo em momentos de adversidade.

Ao praticarmos a respiração diafragmática, não apenas promovemos um bem-estar emocional e fisiológico, somado a isso, fortalecemos nossa saúde e aumentamos nossa capacidade de enfrentar os desafios cotidianos com mais serenidade e foco.

Convido você a fazer da respiração correta não um mero exercício, mas uma parte essencial da sua rotina diária.

Ao incluir esse simples, porém transformador hábito em sua rotina, você estará investindo na sua saúde mental e física, colhendo os benefícios de uma vida mais plena e equilibrada.

Portanto: respire fundo, viva melhor. Acalme sua mente, fortaleça seu coração e experimente uma existência mais tranquila e feliz.

Leitura complementar: Faça respiração kapalabhati para uma limpeza profunda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima